Educação como prática de libertação.



Fazendo um contribuição ao pensamento Freireano. Paulo Freire, herdeiro de muitas conquistas da Escola Nova, observou corretamente que a escola  podia servir tanto para a educação como prática da dominação quanto para a educação como prática da liberdade, que educar não é ser omisso, ser indiferente, ser neutro diante da sociedade atual. Deixar a criança à educação   espontânea da sociedade é também deixá-la  ao autoritarismo de uma sociedade nada espontânea

Nenhum comentário: