Cláudio Guerra, do DOPS: participei do atentado ao Riocentro

 
Foto: Agência O Globo  
No Riocentro, bomba explodiu antes da hora do atentado previsto e matou agente de informações do Exército
 Participei do atentado ao Riocentro (durante as comemorações do Dia do Trabalhador, em 1981) e fiz parte das várias equipes que tentaram provocar aquela que seria a maior tragédia, o grande golpe contra o projeto de abertura democrática”, revela o ex-delegado Cláudio Guerra, do DOPS (Departamento de Operações Políticas e Socias), no livro “Memórias de uma guerra suja”.
 
O depoimento aos jornalistas Rogério Medeiros e Marcelo Netto, que acaba de ser publicado pela editora Topbooks, é a primeira confissão de participação no atentado feita por um integrante das forças de resistência á redemocratização do país no final da década de 70. Leia mais aqui

Nenhum comentário: