Sigam-me os bons.

sábado, 9 de abril de 2016

Sob massacre da Globo-Veja-Folha-=Estadão e setores da justiça, Lula cresce e é favorito em 2018.

 Lula lidera pesquida Data Folha

Datafolha: Tucanos despencam, Lula cresce

Pesquisa Datafolha realizada nos dias 7 e 8 de abril mostra uma importante alteração no cenário político nacional: uma queda acentuada das intenções de voto nos candidatos tucanos e uma consistente subida do ex-presidente Lula


Os tombo tucano entre março e abril impressiona: Aécio caiu de 24 para 17, Alckmin de 14 para 9, Serra de 15 para 11 pontos.

Os líderes da pesquisa Datafolha são Lula e Marina Silva, candidata a presidente pela Rede Sustentabilidade. No cenário em que o candidato tucano é Serra, Lula e Marina empatam; quando o candidato do PSDB é Aécio, Lula fica na frente com 21 pontos contra 19; já na hipótese de o candidato ser Alckmin, Marina está na frente por um ponto percentual, 23 a 22.

Se em março Lula estava atrás da candidata da Rede em todos os cenários, agora a situação é de empate. Marina Silva esta estagnada, oscilando na faixa dos 20 % nas pesquisas do Datafolha desde dezembro de 2015. 

O ex-ministro Ciro Gomes, que tem sido uma das mais importantes lideranças da luta contra o impeachment, oscilou para cima um ponto nos cenários em que os candidatos tucanos são Aécio e Alckmin, atingindo 7% e 8%, respectivamente. 

É necessário analisar os números com calma, mas parecem ter contribuído para a construção desse cenário a firme denuncia do golpe feita por amplas parcelas da consciência democrática do país e a disposição do ex-presidente Lula de ir às ruas ao lado do movimento social organizado. Enquanto isso, avolumam-se denúncias contra os tucanos, desde as inúmeras aparições do nome de Aécio nas investigações da Lava a Jato, até o escândalo da merenda que envolve o governo de Alckmin em São Paulo.



Cai o apoio ao golpe


A mesma pesquisa Data Folha, realizada nos dias 7 e 8 de, abril indica que a população aos poucos vai percebendo que a ação da oposição é na verdade um golpe e passa a rejeitar a ideia de afastar a presidenta Dilma. Na pesquisa anterior, realizada nos dias 17 e 18 de março, 68% das pessoas defendiam o afastamento da presidenta da República e agora, apenas três semanas depois o percentual caiu para 61%. Também caiu o apoio à renúncia de Dilma que em março era de 65% e agora é de 60%. 

Do Portal Vermelho, com informações do Data Folha

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Para mudar Russas como Lula mudou o Brasil

Para mudar Russas como Lula mudou o Brasil

Lula fala aos russanos:

Força Lula

Governar é cuidar do povo

Pela valorização do magistério

Blogs Russanos

O PT tem os defeitos de todos os partidos, mas nenhum tem as suas virtudes.

Image and video hosting by TinyPic

Privataria Tucana