Sigam-me os bons.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Objetivos dos EUA e das forças: acelerar o golpe e impor presidente “apolítico”, como Doria, em 2018


Samuel Pinheiro Guimarães: Derrubada de Temer é para acelerar o golpe e impor presidente “apolítico”, como Doria, em 2018 - viomundo
Doria doou R$ 50 mil para a campanha do deputado federal paranaense Rodrigo Rocha Loures, homem da mala e amigão de Temer, e escolheu o próprio Michel como “homem do ano” da Lide, o Grupo de Líderes Empresariais: ele faz qualquer negócio 


quarta-feira, 17 de maio de 2017

O triste fim de um bando de canalhas. Por Carlos Fernandes

O triste fim de um bando de canalhas. Por Carlos Fernandes

Francis Bacon é autor de uma frase que costumo usar em momentos históricos como o de hoje, 17 de maio de 2017. Dizia ele que a verdade é filha do tempo e não da imposição.
Nada mais apropriado para o dia em que caiu por terra, definitivamente, a máscara de soberba e hipocrisia que encobria a decrepitude de um sistema político dominado por uma escória que foi capaz de arruinar uma democracia inteira em defesa dos mais inconfessáveis interesses.
Ironia das ironias, foi por medo do mais atual instrumento de tortura da idade moderna, a prisão preventiva indefinida, que os donos da JBS, Joesley e Wesley Batista, proporcionaram a mais avassaladora delação premiada de toda a operação Lava Jato.
Não deixa de haver nesse episódio uma espécie de justiça providencial.
Utilizados como ferramentas medievais na insana busca de argumentos minimamente aceitáveis para incriminar Lula, Dilma e o PT, prisão preventiva e delações foram exatamente os recursos que acabaram por provar a escandalosa conspiração que depôs uma presidenta honesta e perpetuou uma caçada jurídica e midiática de décadas ao maior líder popular desse país. 
Iniciada desde os primeiros minutos em que Dilma Rousseff foi reeleita em outubro de 2014, o conluio capitaneado pelo projeto de poder derrotado nas urnas utilizou-se de todos os meios, instituições inclusive, para minar e inviabilizar o governo reconduzido pelo povo ao poder.
Munidos com o capital do alto empresariado, do jornalismo de guerra da mídia familiar e da justiça cooptada da primeira instância até a mais alta corte, a nata da corrupção política brasileira enganou descaradamente uma parcela significativa da população buscando a desestabilização do governo.
Nada representa melhor o que significou o golpe de Estado sofrido pelo país do que a aceitação do processo de impeachment ter sido feita por um criminoso como Eduardo Cunha. O mesmo que, agora está provado, confabulava com o vice decorativo e sua quadrilha, a tomada violenta do poder.
Poucos messes após uma das mais vergonhosas sessões já vistas na Câmara dos Deputados, o Senado dava cabo de um projeto vitorioso de inclusão social e redução da desigualdade que perdurou por mais de uma década.
Entrou em cena a mais pavorosa malta já reunida no Palácio do Planalto. A truculência, o machismo, a misoginia, a incompetência e a falta de diálogo foram postos em ação para ruir a soberania brasileira em pagamento dos relevantes serviços prestados pelos grandes interesses internacionais.
Em apenas um ano de governo, o Brasil retrocedeu décadas. Ficamos mais pobres, mais desiguais, mais desempregados. Fatiamos e doamos a Petrobrás a empresas internacionais. Condenamos a educação e a saúde a décadas sem investimentos. Perdemos todo o prestígio internacional que conseguimos a duras penas.
Em resumo, um escândalo num dia, um desastre no outro. Quando não os dois. 
A delação dos donos da JBS vem pôr fim a um dos mais obscuros momentos políticos de nossa história. Restou desmoralizado todo o governo Temer, o Supremo Tribunal Federal que foi incapaz de impedir os atos de Eduardo Cunha e a operação Lava Jato que terá agora que lidar, fatalmente, com aqueles a quem tanto tentou proteger. 
Escrevi em 7 de julho de 2016, pouco antes da votação do impeachment no Senado Federal, um artigo intitulado “O desfecho de Temer será ainda pior do que o de Cunha”. 
Não resta dúvidas que esse medíocre que ora rasteja no lamaçal de imundície que ele próprio criou, entrará para a história do Brasil como o político mais odiado de todos os tempos. 
Que a profecia seja cumprida e que este seja o triste fim de uma canalha.

Aécio se revelou: é um mafioso capaz de matar antes o cara antes de fazer a delação.


‘Tem que ser um que a gente mate antes de fazer delação’, diz Aécio


Gravações feitas pelos donos da JBS Friboi revelam pedido de propina de R$ 2 milhões por parte de Aécio Neves; o mais estarrecedor do áudio, no entanto, é a sugestão do presidente do PSDB para matar o recebedor da propina antes que haja uma delação; "Tem que ser um que a gente mate antes de fazer delação", disse o tucano; depois, Aécio diz: "Vai ser o Fred, com um cara seu [Joesley]. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do caralho"; Fred, a quem Aécio se refere, é Frederico Pacheco de Medeiros, primo do senador e ex-diretor da Cemig, que acabou recebendo o dinheiro, em uma cena filmada pela Polícia Federal

Bomba atômica: JBS delata Temer, Aécio e compra do silêncio de Cunha

Bomba atômica: JBS delata Temer, Aécio e compra do silêncio de Cunha

Donos da JBS, o empresário Joesley Batista e seu irmão Wesley foram ao STF fazer uma denúncia explosiva ao ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato; eles têm gravações de Michel Temer dando aval para a compra do silêncio de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara e deputado cassado, hoje condenado e preso; já o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley; o dinheiro foi entregue a um primo do presidente do PSDB, numa cena devidamente filmada pela Polícia Federal, segundo denúncia feita pela Globo

Filho do Teori Zavasck: Pesado, mas mostra até onde pode ir esse governo sem escrúpulos.

Filho do Teori Zavascki: Pesado, mas mostra até onde pode ir esse governo sem escrúpulos.

Cármen Lúcia, está avaliando se convoca uma sessão extraordinária da corte para determinar a prisão de Michel Temer e do senador Aécio Neves

STF pode prender Temer e Aécio por obstrução judicial

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, está avaliando se convoca uma sessão extraordinária da corte para determinar a prisão de Michel Temer e do senador Aécio Neves (PSDB-MG); Temer foi flagrado num ato de obstrução judicial ao pedir propina para comprar o silêncio de Eduardo Cunha, que foi o protagonista do golpe e hoje está condenado a 15 anos de prisão; Aécio, além de pedir e receber propina de R$ 2 milhões, disse que o dinheiro teria que ser entregue por alguém que eles pudessem matar, antes de se tornar delator; segundo a Globo, Aécio foi flagrado como um "mafioso"; recentemente, o ex-senador Delcídio Amaral foi preso por muito menos



Brasília 247 – A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, está avaliando se convoca uma sessão extraordinária da corte para determinar a prisão de Michel Temer e do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Temer foi flagrado num ato explícito de obstrução judicial ao pedir propina à JBS para comprar o silêncio de Eduardo Cunha, que foi o protagonista do golpe e hoje está condenado a 15 anos de prisão.

Aécio, além de pedir e receber propina de R$ 2 milhões, disse que o dinheiro teria que ser entregue por alguém que eles pudessem matar, antes de se tornar delator.

Segundo a Globo, Aécio foi flagrado como um "mafioso".

Recentemente, o ex-senador Delcídio Amaral foi preso por muito menos, acusado de tentar comprar o silêncio de Nestor Cerveró.

Golpe dos corruptos contra a presidente honesta desmorona.

Luis Nassif: Xadrez do fim do governo Temer e da volta das diretas


Xadrez do fim do governo Temer e da volta das diretas

qua, 17/05/2017 - 22:24

Luis Nassif



A delação de Joesley Batista, da JBS - divulgada pelo Globo - é a maior bomba política da história.

Joesley entregou gravações com Michel Temer e Aécio Neves, que revelam por completo o que foi a aventura do impeachment e dos vazamentos da Lava Jato na véspera das eleições.

Não se trata mais de corrupção política, captando recursos de caixa 2 para financiamento de campanha. As gravações mostram claramente duas organizações criminosas no topo da política brasileira, uma liderada pelo presidente Michel Temer, outra pelo presidente do PSDB Aécio Neves.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Brasil, colônia dos EUA:General reformado: Manobras com EUA na Amazônia visam Venezuela, Equador e Bolívia




ANTI SUBMISSÃO AO IMPÉRIO DA NORTE AMÉRICA

por Bolivar Marinho Soares de Meirelles*

O Governo do Usurpador Michel Temer está fazendo do Brasil um subserviente servo do Império Norte-americano.

Levar as Forças Armadas Brasileiras a uma manobra conjunta com as Forças Armadas Norte-americanas e exercitar um lance de pressão sobre as democráticas nações e seus países, a Venezuela, o Equador e a Bolívia.

Farsa da Lava-Jato: O triplex ruiu!

Por Mauricio Dias, na revista CartaCapital:

Foi um fiasco, com cinco horas de duração ou pouco mais, o resultado do interrogatório do ex-presidente Lula conduzido pelo juiz Sergio Moro. Apoiado em delações sem provas consistentes, o interrogador facilitou as respostas do interrogado, acusado de ser proprietário do célebre triplex, supostamente doado por uma empreiteira. Moro percebeu que, sem sustentação, a casa cairia.

Engenheiros denunciam o desmonte da construção brasileira




Presidente da Academia Nacional de Engenharia, Francis Bogossian, à política de Michel Temer e aos estragos provocados pela operação Lava Jato para o setor de engenharia do Brasil; "A situação do país é extremamente preocupante! Não há investimentos e nem perspectivas para o setor de obras públicas, a curto prazo", diz o engenheiro; "A crise que assola o Brasil exige que se busque um consenso em torno de soluções, tendo por base o interesse nacional. Não existe nação forte sem empresas nacionais fortes", afirma
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Para mudar Russas como Lula mudou o Brasil

Para mudar Russas como Lula mudou o Brasil

Lula fala aos russanos:

Força Lula

Governar é cuidar do povo

Pela valorização do magistério

Blogs Russanos

O PT tem os defeitos de todos os partidos, mas nenhum tem as suas virtudes.

Image and video hosting by TinyPic

Privataria Tucana