Sigam-me os bons.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Renato Janine Ribeiro: não há mais desculpas. O impeachment foi mesmo um golpe para manter a corrupção nos padrões normais.

Renato Janine Ribeiro
Pior que ser uma república de bananas, é ser uma república dos bananas.
E é o que seremos, se não houver uma reação ampla - não só da esquerda, mas de todas as pessoas de bem - às revelações que a Folha publicou, sobre o senador Romero Jucá.
O que elas mostram:
que o atual ministro, homem de 1a linha do governo Temer, articulou o impeachment não contra a corrupção, mas para pôr fim às investigações contra ela.

Mais que isso, ele avisa que os principais tucanos estariam na mira da investigação: Aécio seria o primeiro, depois Serra, Aloysio Nunes, Tasso... (Somente Alckmin ficou fora, e creio que há boas razões para isso).
Acrescenta que teve apoio de "alguns ministros do STF". Ou seja, o Supremo, guardião da Constituição, terá por alguns dos seus quadros conspirado para deter a marcha da Lava Jato.
De uma primeira leitura, somente se safa o ministro Teori, a quem ele diz que não tem acesso.
Ah, e também há os comandantes militares, monitorando o MST.

Não há mais desculpas. O impeachment foi mesmo um golpe para manter a corrupção nos padrões normais.
E tirar Jucá não resolve. A mácula é bem maior.


Em diálogos gravados, Jucá fala em pacto para deter avanço da Lava Jato - 23/05/2016 - Poder -...
Em conversas ocorridas em março passado, o ministro do Planejamento, senador licenciado Romero Jucá (PMDB-RR), sugeriu ao ex-presidente da Transpetro…
www1.folha.uol.com.br

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Para mudar Russas como Lula mudou o Brasil

Para mudar Russas como Lula mudou o Brasil

Lula fala aos russanos:

Força Lula

Governar é cuidar do povo

Pela valorização do magistério

Blogs Russanos

O PT tem os defeitos de todos os partidos, mas nenhum tem as suas virtudes.

Image and video hosting by TinyPic

Privataria Tucana