A vitória eleitoral da direita na Argentina e o golpe de estado no Brasil

Nilson Lage

A vitória eleitoral da direita na Argentina e o golpe de estado no Brasil criaram condições para a fusão entre o Mercosul (ou o que sobrar dele) e a Aliança do Pacífico, fundada em 2012 por Chile, Colômbia, México e Peru, a que se somou a Costa Rica.
O Mercosul, originário do Tratado de Assunção, de 1991, tem ou tinha a pretensão de ser um mercado comum à semelhança da União Europeia; os países participantes são Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela,
A ponte para a aliança entre os dois blocos, está sendo costurada pela Colômbia, que vê nela o fecho de um ciclo de rebeldia no continente.
[Essa fusão significa, na prática, a retomada da hegemonia incondicional dos Estados Unidos sobre a América Latina, na qual ficarão isolados os países da Aliança Bolivariana dos Povos de Nossa América e Caribe (ALBA): Antígua e Barbuda, Bolivia, Cuba, Dominica, Equador, Granada, Nicarágua, Saint Kitts e Nevis, Sana Lucia, Venezuela e São Vicente e Granadinas]

News Analysis: Colombia poised to play key role in transformation of Mercosur - Xinhua |...
Colombia is positioning itself to play a key role in the expected transformation of the Southern Common…
news.xinhuanet.com

Nenhum comentário: