Eu sou mulher, estudante e aqui é a Casa do Povo. Me respeite!", disse a moça ao coronel


Jornal GGN - A menina e o coronel, o menino e os tanques, a menina e o general. Os enfrentamentos que os ditos fracos fazem, por aquela coragem que vem de dentro, vem da alma. Três exemplos. Três maneiras de encarar esse mundão cheio de "você sabe com quem está falando?". Três heróis anônimos em tempos de cólera. O último episódio vem com um vídeo histórico: uma menina enfrenta a prepotência do Coronel Telhada, não esmorece diante dos gritos da "autoridade" que deveria zelar pelo povo, e não subir no banquinho da prepotência. Aliás, depois que Telhada se afasta, outro nobre representante do "povo", o Deputado Delegado Olim, se manifesta.
Coronel Telhada age como PM na ativa dentro da Alesp e ameaça estudante mulher nos corredores.
Até voz de prisão foi dada!
Para esses deputados a ditadura continua.
Cada dia fica mais escancarado a podridão da nossa representação política.
‪#‎OcupaAlesp‬ ‪#‎CPIDaMerenda‬

Nenhum comentário: