A gente tira a Dilma, depois os negros, as mulheres, a educação, a cultura, a saúde, etc.

Nenhum comentário: