Sigam-me os bons.

domingo, 10 de abril de 2016

Por que os EUA é novamente um ator importante no golpe do Brasil? Vejam alguns indícios.

brics fortaleza 2014 economia

São muitos fatos que incentivaram os EUA a investirem novamente em um golpe no Brasil. 

1. A “Declaração de Teerã”, assinada por Brasil, Turquia e Irã, foi conseguida em 2010 exatamente nos termos previamente solicitados por Obama a Lula em carta. Mas, após alcançada, foi "molequemente" logo rejeitada e "interpretada" pelos EUA e seus aliados como “manobra” dos iranianos.
2. A descoberta do Pré sal. Os EUA imediatamente reativaram a quarta frota. A temida IV Frota Naval dos Estados Unidos foi reativada oficialmente esta semana e, segundo a Marinha norte-americana, vai começar a realizar em breve exercícios no limite das águas territoriais da América Latina e do Caribe.
3. A criação dos BRICS, 
4. A UNASUL
5. O Banco dos BRICS
6. E possibilidade de utilização das moedas locais nas relações comerciais. 
7. E a soberania do Brasil no mundo. E seu protagonismo nos mecanismos multlaterais. E sua liderança regional balizada em um governo. 

E que o golpe quer? Transformar o Brasil novamente em colônia e dependente do FMI e dos EUA.  Porque no Brasil existe uma elite predadora que guarda dinheiro ilegal (bilhões) em paraísos fiscais e que pouco estão se lixando para o país e seu povo. 

      
Pragmatismo Político
Principal fato econômico desde a crise de 2009, criação do Novo Banco de Desenvolvimento e Acordo de Reservas de Contingência fura esquema financeiro global traçado em 1944, em Bretton Woods. 



Prevalência de americanos e europeus no Banco Mundial e no FMI é enfrentada com cartada que muda o jogo. 

Brics anunciaram US$ 150 bilhões para banco e poupança em comum (reprodução) 

Mídia brasileira esconde nascimento de nova ordem mundial - Pragmatismo Político.

Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul protagonizam principal fato econômico desde a crise de 2009. 

Criação do Novo Banco de Desenvolvimento e Acordo de Reservas de Contingência fura esquema financeiro global traçado em 1944, em Bretton Woods 

Bretton Woods, 1944. Fortaleza, 2014. Setenta anos depois de terem sido traçadas as regras da governança financeira do mundo, um fato capaz de inserir outra cidade no mapa das grandes mudanças econômicas globais aconteceu.

Na capital do Ceará, nesta terça-feira 15, os cinco países que integram a sigla BRICS inauguraram, na prática, uma nova ordem para o mundo. 

Eles colocaram em prática a constituição de um bloco econômico repleto de afinidades políticas. A partir de agora, já se sabe que Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul terão o seu Novo Banco de Desenvolvimento, com capital inicial de US$ 50 bilhões, mas que poderá ser elevado a US$ 100 bilhões, para fazer frente ao Banco Mundial. 

E também formarão uma poupança de US$ 100 bilhões no Acordo de Reservas de Contingência, exatamente para não dependerem exclusivamente do Fundo Monetário Internacional para serem socorridos em crises. 

O jornal inglês Financial Times publicou análise da redação que dá a correta dimensão do conjunto desses fatos: “Notável demonstração de como a ordem econômica está mudando”.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Para mudar Russas como Lula mudou o Brasil

Para mudar Russas como Lula mudou o Brasil

Lula fala aos russanos:

Força Lula

Governar é cuidar do povo

Pela valorização do magistério

Blogs Russanos

O PT tem os defeitos de todos os partidos, mas nenhum tem as suas virtudes.

Image and video hosting by TinyPic

Privataria Tucana