Os intereses dos EUA na eleição de Marina vão além dsa eleições. Entenda.



Os EUA não conseguem mais com tranquilidade buscar petróleo no Oriente Médio. Os EUA precisam de petróleo. Várias guerras que os EUA ajudaram a criar no Oriente Médio, estão atrapalhando. Além disso, para buscar petróleo no Oriente Médio, um navio leva 71 dias, ida e volta. Isso encarece o preço dos refinados. 


O Brasil e Venezuela têm muito petróleo e ficam perto dos EUA. A Venezuela fica a 70 horas, ida de volta da refinaria de Pasadena, no Texas, que pertence a Petrobras. Entendeu o motivo da velha mídia daqui meter o malho o tempo todo em Pasadena? Se os EUA conseguirem eleger na Venezuela o Caprilles que é pró-EUA, Pasadena será usada para armazenar o petróleo venezuelano. 

Tudo isso que estamos vendo aqui na velha mídia sobre Pasadena, é pressão dos EUA que querem de volta a refinaria. E não têm guerras. Além disso, os EUA não aceitam o Mercosul nem que o Brasil faça parte dos BRICS. 

 Os EUA não querem que o Brasil se aproxime da Rússia que faz parte dos BRICS. A Rússia deu asilo ao Snowden, desafeto dos EUA, e impediu na ONU que os EUA invadisse a Síria, último aliado árabe do real alvo dos EUA e Israel, o Irã, que controla o Estreito de Hormuz por onde os navios petroleiros dos EUA têm que passar para buscar petróleo. 

 Para colocar as mãos no pré-sal, os EUA precisam primeiro retirar, indiretamente, as 2 estatais chinesas que venceram os 2 consórcios para exploração do pré-sal, os EUA precisam de ajuda interna no Brasil para fazer isso. Primeiro, detonar a Petrobras para ser vendida a preço de banana em época de crise. Só que os EUA não podem escancarar contra a China, primeiro parceiro comercial e maior credor dos EUA. Então, terceirizam o ataque. 

 Quem no Brasil, que se fosse eleito, poderia ajudar os EUA a detonar a Petrobras e retirar a China dos consórcios? Aécio? Só que Aécio não decolou. Então, quem poderia tomar o lugar de Aécio na corrida presidencial? Eduardo Campos? Não. Então... 

 O objetivo é um só: o petróleo fino de excelente qualidade do pré-sal. Para colocar as mãos no pré-sal, os EUA precisam de ajuda interna Alguns veículos da velha mídia vêm tentando há anos detonar a Petrobras. Só que perderam credibilidade. Então, quem poderia ajudar os EUA? Dilma não vai entregar o pré-sal para os EUA. 

Por que será que a NSA/CIA espionaram a Petrobras, Dilma e ministros, conforme denunciou Snowden? Quem dos presidenciáveis poderia ajudar os EUA a colocar mas mãos no pré-sal? Quem não colocaria o petróleo do pré-sal em primeiro plano? - LISPECTOR, Stanley Burburinho

Nenhum comentário: