O computador na escola sem a iluminação das ideias pedagógicas será um instrumento inútil.



A boa qualidade da mediação pedagógica na concepção sociointeracionista de Vygotsky é que desenvolveremos o nível educacional desejado por todos nós. O computador na escola sem a iluminação das ideias pedagógicas mais "progressistas e inovadoras possíveis" apenas será um instrumento inútil.

Quando se começou a se pensar computadores nas organizações, os empresários pensavam que iriam "salvar a lavoura" e todos os seus problemas estariam resolvidos. O resultado foi um prejuízo grande porque ninguém tinha uma ideia de como utilziar os computadores para melhrorar a gestão, os processos e princiapalmente "negócio", qualidade de serviços e resultados.

Descobriu-se que que não existia um projeto e de como utilizar o computador nos negócios empresariais.

Acompanhei a primeira leva de computadores na educação (final dos anos 90), com a criação do Proinfo - Programa Nacional de Informática na Educação - criado pelo MEC.

O resultado é que muitos computadores viraram sucata tecnológica antes dos professores descobrirem como utilzar. E até hoje estamos uma grande discussão (METDOLOGIA X TECNOLOGIA).

Portanto, concordo que o uso do computador não está relacionada á tencologia, mas a uma proposta pedagógica bem estruturada e que responda a concepção de educaçaõ que embarará as tecnologias e mídias na escola.

Nenhum comentário: