A intervenção do professor na zona de desenvolvimento proximal.




O professor deve perceber que neste novo paradigma educacional, ele não é neutro no processo de aprendizagem, devendo  ter em mente que sua intervenção é imprescindível na ZDP (Zona de Desenvolvimento Proximal) e estar seguro de seu prazer de aprender e de ensinar para que possa proporcionar o mesmo para seus alunos. 


Pois o processo de aprendizagem deve ser iniciado através de uma situação de comunicação entre ele  e suas crianças (alunos), para que possa conhecê-las melhor e levantar dados sobre cada uma delas, suas preferências, suas aparentes habilidades que já podem ser estimuladas através de jogos e atividades específicas. Isso pode ser feito através de roda de conversa, cantigas, histórias, poemas, adivinhações.
é um fato inconteste e esta teoria pode ajudar aos professores alfabetizadores. Vygotsky atribui uma grande importância ao domínio da linguagem escrita para a criança, enfatizando a necessidade de pesquisas no sentido de conhecer o processo da escrita, ou seja, o caminho que a criança percorre para aprender a ler e escrever, antes que ela entre na escola. Esses conhecimentos podem contribuir muito para os alfabetizadores no sentido de compreender o porquê de algumas crianças adquirirem o processo da leitura e escrita muito antes das outras, fazendo necessário atuar dentro da Zona de Desenvolvimento Proximal .

Nenhum comentário: